Laser para lesões vasculares

Alterações vasculares da pele podem trazer desconforto estético, devido à mudança da sua cor. Pequenos vasos sanguíneos dilatados podem ser percebidos através da pele, deixando-a com aspecto avermelhado. Excesso de sol ao longo da vida e doenças como a rosácea podem provocar estas alterações, conhecidas como telangiectasias.

Além destas, os hemangiomas (tumores vasculares que podem estar presentes desde o nascimento) e as conhecidas microvarizes das pernas, também são motivos frequentes de queixas.

O laser para tratamento de problemas vasculares, como os hemangiomas, as telangiectasias e as microvarizes das pernas, está muito desenvolvido e vem apresentando excelentes resultados.

Os hemangiomas, dependendo do seu tamanho, podem ser eliminados totalmente em um número variável de sessões. Este tratamento exige várias sessões e com o passar das sessões a vermelhidão vai diminuindo, tornando a pele deste local mais clara.

Não há idade adequada para iniciar o tratamento, mas recomenda-se esperar a criança completar de 5 a 7 anos, pois muitos hemangiomas desaparecem espontaneamente até esta idade. A exceção é quando o hemangioma é volumoso e atrapalha o funcionamento de algum órgão em que ele está situado.

Já o laser para tratamento dos pequenos vasos da face apresenta bons resultados no máximo em 2 aplicações. Os vasos sanguíneos podem desaparecer logo após a aplicação ou alguns dias depois.